09 julho, 2007

Pensei eu que vinha aqui hoje carpir as minhas incertezas relativamente à alimentação do Pedro e afinal vou ter de acabar a falar de mais uma visita à dermatologista. Acabámos mais um tratamento na Quinta-feira passada. No fim de semana a coisa começou a assanhar e hoje lá fomos visitar a médica. Ficou muito admirada porque não é comum as crises serem tão seguidas, e por isso vai mais um tratamento com cortisona. Honestamente se não fosse a comichão que ele tem, acho que não me deixava levar pela médica, mas vê-lo desorientado a coçar-se... as duas mãos a arranhar o peito, é horrível. Por isso lá vamos a mais um rodada de cortisona. Sei que é fraquinha, mas quero lá saber, eu queria mesmo é que não fosse nenhuma.

Quanto à alimentação, tenho andando um bocado desorientada, porque o Pedro só estava a fazer 4 refeições por dia. De manhã leitinho, que mal bebe, porque aparentemente não tem fome. Depois ao meio dia, come a sopa com carne, por volta das 5 horas come fruta e depois, à noite, toma o seu banho e bebia um biberão de leitinho com pápa. Adormece e fica a noite toda. Ora as minhas grandes dúvidas prendem-se com o facto de quando tivesse de dar sopinha também ao jantar, como é que eu ia orientar tudo isto? Bom, hoje com a ida ao médico tive de mudar os horários todos e assim passou a haver mais uma refeição na vida do Pedro. Passou a lanchar mais cedo e hoje já comeu sopinha ao jantar por volta das 7 e meia. Depois por volta das 9 e meia bebeu metade do biberon que bebe normalmente e cama. Tenho medo que duas refeições tão próximas possam não lhe fazer bem, mas vamos lá ver como ele reage.

5 comentários:

Maria disse...

Olá Carla,
É engraçado falares no número de refeições, porque eu debato-me com o mesmo problema. Raramente consigo fazer 5 refeições (por causa das sua desorientadas sesteas) e quando consigo, o intervalo entre o jantar e o leite antes de deitar é curto.
Falta dizer que o meu filho tem seis meses e meio.
Beijos

May disse...

Pois é! Dilema complicado e eu disso não pesco nada! O que é o que médico acha? Isso se calhar também depende um bocado de criança para criança, não é?

Mas acho que está a pensar bem, talvez seja sensato ver como é que ele reage e se tudo correr bem continuar com o que tens feito.

Em relação à dermatite, bolas, que coisa mais chata, não há meio de passar, e ainda por cima com este calor, deve ser tão incómoda para ele!

Bem há que ter calma e confiar na médica.

As melhoras rápidas dele.

Beijos

Rita disse...

Opá essa porcaria não dá descanso à criança!!!!
Em relação ás refeições, desde os 6 meses q com o Tiago é assim: de manhã, por volta das 8.30 bebe o leitinho, ao meio dia come a sopa com a frutinha, por volta das 16/16.30 papa ou iogurte com fruta, ao jantar por volta das 20h sopa + fruta/iogurte e ao deitar 23/00 h um biberon de leite.

Mas agora as refeições são mais completas mas os horário são os mesmos.

Beijocas e as melhoras

Rita&Tiago

Bala disse...

Olá!!!

Parece que passamos todas por uma fase em que temos dúvidas em relação ao nº de refeições dos nossos filhotes.

Na idade do teu, o Tomate também fazia só 4 refeições. E continuou a fazê-las durante muito tempo. Até que eu achei que era pouco e aumentei. Acrescentei-lhe uma de manhã, porque ele bebe o leite muito cedo.

Mas que chatice, essa dermatite não passar. E a médica continua a achar que não é alérgica?

Bjinhos grandes

joana disse...

O meu dilema em relação às refeições do Pedro é outro: tenho sempre que o acordar para beber o leite da meia-noite, mas se não o fizer ele só faz 4 refeições! Também ando um pouco baralhada!