24 março, 2008

A trabalhar...

Ou talvez não. É de facto o que devia estar a fazer, mas estou com uma disposição horrível. É o que dá ter fins de semana compridos, a gente acredita que está sempre de férias e depois tem de voltar à labuta e a estar presa aqui dentro.

Como dizia a Ana Luísa aqui há uns tempos (desculpem não colocar link, mas aqui no emprego passou a ser impossível) sinto que ainda não encontrei a minha vocação, e infelizmente não tenho tempo (ou dinheiro) para ir ao encontro dela, da vocação, of course.

Hoje estou a ressacar um fim de semana bem passado, o que quer dizer que a depressão de Domingo se prolongou para o dia de hoje.

O Pedro? Está óptimo. A febre desapareceu e anda com uma energia que me faz inveja. As saudades que já sinto dele, e ainda agora ao almoço estive com ele.

13 comentários:

Ana Luísa disse...

Pois...
Eu até gosto do meu trabalho e do que ele "é" mas sinto que falta algo para fazer na minha vida, a tal vocação que não sei bem o que é...

Ainda bem que o Pedro está melhor, é muito bom poderes vê-lo à hora de almoço.

Beijinhos!

)0( disse...

:)
Vá, ânimo!

Beijocas

Ana Cristina e Bárbara disse...

Custa mt deixar os nossos pequeninos depois de uns dias a tempo inteiro com eles...

Que bom que o Pedro está bem!

Bjs

Ana Luísa disse...

Eu aceitei o convite, lol, mas aquilo bloqueou e eu nem conseguia andar nem sair do carro :(
Ainda te mandei umas msgs pelo chat(?) mas acho que não deu resultado :(
Logo apareço sim ;)
Beijocas.

Sandra e Afonso disse...

Olá Carlinha!
Recomeçar o trabalho custa sempre... mas já só faltam 3 dias e meio para voltarmos a ficar em casa.
E o tempo passa rápido!
Que bom que o Pedro está bem!
Beijo,beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsiho.blogspot.com

Nany disse...

Bom trabalho, nós regressamos hoje mas cá com uma vontade.....
Não consegui ver a tua 2ª vida, por aqui não temos acesso a muita coisa, é para o pessoal não se habituar mal.
Bjks doces

Bala disse...

Ai, ai, nem quero pensar como é que vai ser na próxima semana, quando regressar ao trabalho.

Acho que vou estar como tu, com a depressão de 2ª feira!

Tenho de ir espreitar essa tua vida... ;o)

Bjinhos
Ps- ainda bem que o Pedrinho já está "como novo"!!!

Dunga disse...

Como eu te entendo...! Infelizmente tb sou obrigada a admitir que, neste momento, não gosto do que faço, e tb me sinto um pouco "perdida", sem ter como procurar a tal vocação...Enfim, não é fácil, mas neste momento tb não me posso dar ao luxo de largar o que tenho. Beijinhos.

Manhã de Inverno disse...

Um beijinho para ti.

joana disse...

Por aqui a dsiposição em relação ao trabalho também não anda boa. Estes fins-de-semana deixam-nos mal habituadas, embora às vezes eu me sinta um bocado ET, pois vejo outras mães que não sofrem tanto com a separação dos filhos... se calhar elas é que estão certas.

Beijinho

Ana Luísa disse...

Cheguei agora aqui, depois de deitar o F. e de ter adormecido com ele...
Aquilo ficou offline outra vez, por isso não "apareci", não estava aqui qdo me convidaste :(
Temos mesmo que nos encontrar ;)
Beijinhos.

mimika disse...

Também regressei hoje ao trabalho, custa um bocadinho. Entendo o facto de não te sentires realizada no trabalho...sei que não vou ajudar, mas tenta tirar o máximo partido possível dele, ainda que não seja o ideal...acho que o que digo é um um bocado parvo e não ajuda, mas o que é facto é que só valorizamos tanto os fins de semana grandes e as férias porque existe trabalho, caso contrário tudo parecia mto igual. Qd estive em casa (1 ano) a semana era mto parecida com o fim de semana e isso irritava-me.
Sei que gostavas de ter outro emprego...mas olha...acredita...a maior parte das pessoas tem mtos aborrecimentos no emprego e deseja ter outro. Eu tb tenho mtos dias maus, mas mesmo nesses, eu faço um esforço por ver coisas boas...nem sempre consigo, mas às vezes... ;)

O Pedro está bem, que bommm!

Beijinhos

Mar disse...

Ai podes crer, custa tanto voltar, até mesmo para quem gosta do trabalho (não há trabalho que não canse, ou que não tenha momentos xatos ou de stress né?) E nós nunca estamos tempo suficiente com os nossos filhotes :(
Bjs