22 abril, 2008

Saga do Banho II

Seguindo os vossos conselhos, os quais agradeço imenso, hoje a banheira pequena foi para dentro da banheira grande. Resultado????

GUERRA!!!

O puto, assim que viu a banheira num habitat diferente do habitual, desatou num berreiro que foi impossível fazer-lhe o que quer que fosse. Sentado não estava. Sempre a agarrar-se a mim e a tentar subir por mim acima. E não parou de chorar um minuto. A cabeça ficou com mais sabão do que aquele que lhe tirei... E ficou zangado comigo de uma maneira, que só queria o colo do pai.

Mais uma batalha perdida... Mas a guerra ainda agora começou.

7 comentários:

mimika disse...

Estive a ler o post anterior...os bebés são mesmo diferentes, qd comecei a dar banho à L. na banheira grande ela habituou-se logo, bem como ao chuveiro.

Eu sei...tu querias dicas para resolver a questão...mas eu tb n sei :(

Será que dá para continuares mais algum tempo na banheira dele e ias experimentando a grande de vez em quando? Não sei se será eficaz...

beijinhos

Os Papás disse...

Pois… Nós não passámos por essa saga porque a Joana até que não desgosta do banho, ainda que faça, às vezes, alguma que outra birra e começámos a habitua-la à banheira grande assim que se começou a aguentar em pé.

A banheira pequena, aliás, foi imediatamente posta de lado e a banheira grande levou com mais tapetes anti derrapantes para prevenir qualquer escorregadela desnecessária.

Significa trabalho, complicação acrescida e, por vezes, os pais tão molhados quanto a criança, mas a solução pode passar por pôr de parte a banheira pequena e dar-lhe banho só na grande, recorrendo às artimanhas do costume como um ou dois bonecos que “também têm que tomar banho” e que seja ele, nem que seja por breves momentos, a manusear o chuveiro, de modo a perder esse medo à água.

Penso que vale a pena esta tentativa porque, a resultar, o banho do Pedro pode tornar-se numa daquelas tarefas paternais que deixam de dar “aquele trabalhão” inicial.

O Papá da Joaninha

Nany disse...

Pois.....não sei o que te diga a naõ ser que continues na luta.
Experimenta ser o pai a dar-lhe banho, quem sabe?
Bjs

)0( disse...

Oohhh!:(
Das próximas vezes há-de chorar menos até se habituar.. não se pode desistir.
Boa sorte e beijocas!

Sandra e Afonso disse...

Olá!
Ele já tinha medo da água quando estava na natação, não era?
Experimenta o que o papá da Joaninha diz, acho que é um bom conselho!
Beijo, beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsinho.blogspot.com

mamã do bébinho disse...

O Gonçalo também se assustou e chorou muito da primeira vez que experimentámos o chuveiro. Então passei a encher com um pouco de água a banheira grande para lhe dar banho em vez de duche e assim fazer a transição. Depois também ajudou o facto de ele todas as semanas tomar duche comigo na natação. Foi perdendo o medo.
Também o deixo brincar um pouco com o chuveiro, tal como o pai da Joaninha.
Com muita paciência eles vão lá... :)

Carla - Vida a 4 disse...

Neste ponto não te posso ajudar.
Sempre pos a banheira das miudas dentro da grande e a Patrícia por volta dos 18/20 meses começou a tomar banho de chuveiro e às vezes com a banheira grande cheia.
Ultimamente quando enchemos a banheira vão as 2 lá para dentro, mas norma geral a Mariana toma na banheira dela e a Patrícia de chuveiro.
Elas ADORAM água e por elas estavam sempre a tomar banho, por isso nunca tivemos problemas.

Bjs