17 janeiro, 2012

À mesa

É a desgraça.

O Pedro domina a técnica, mas não gosta de comer. Por isso tudo serve para fugir a agarrar na colher, para fugir da mesa. Arranja mil e uma desculpas, mil e uma razões para não se sentar, para não estar à mesa. A comida lá vai comendo sozinho, mas este menino vivia mesmo era de leitinho simples e pão com fiambre (ou Tulicreme). Em queijo não toca.

O André NÃO domina a técnica, mas adora comer e por isso berra se não o deixamos comer sozinho (ou ózinho, como ele diz). Antes de jantar, quando a fome chega, corre para a cozinha, sobre para cima da mesa para chegar à fruteira e saca uma pera ou uma maçã. Despacha-a na integra antes de eu chamar para a mesa. Come a sopa ózinho. Come ele, os babetes que entretanto ressuscitei, a mesa da cozinha, e nos dias bons, até o chão da cozinha. A comida já come sozinho. Come queijo de todas as formas e feitios, com pão, sem pão, às fatias em triângulos. Também come fiambre, e tulicreme... É o que houver.

As nossas refeições são momentos de grande animação.

4 comentários:

Sandra e Dinis disse...

Já viste e os dois criados da mm maneira.

O que eu sofro com o meu à hora das refeições.

Imagino aí em casa, deve ser mm animado.

beijinhos

Bala disse...

Os nossos segundos são feitos da mesma massa! :)

O Tomate come lindamente, gosta é de andar no senta-levanta. Mas a Maria também é assim....Até me deixa ajudar, mas ela tem de ter uma colher na mão, e tem de comer alguma coisa sozinha, na sopa. Porque o 2º prato come-o sozinha, por inteiro.
E sim, tem a mesma paixão por queijo. Aliás, laticínios de uma maneira geral.

Bjos

Nany disse...

:) Não se pode dizer que o moço não seja boa boca.
O meu mais velho come, mas gosta que a mamã lhe dê, mesmo dominando a técnica toda.
Bjs

Luna disse...

tal e qual lá em casa, o mais velho pisco e mais nova aspirador tenho correr com ela da mesa.
bjos
Luna